Novo projeto sobre cobertura de feminicídios é contemplado com financiamento do CNPq

O projeto de pesquisa “Feminicídios na cobertura jornalística: permanências e mudanças em padrões de tratamento”, coordenado pela professora Terezinha Silva, foi contemplado com recursos do edital Universal 2023 do CNPq. O projeto foi submetido em agosto de 2023 à chamada …

Leia mais

Cobertura de feminicídios: predomínio de fontes policiais limita debate público sobre o problema

Em entrevista publicada nesta quarta-feira (20/12) pelo site Marco Zero – coletivo de jornalismo investigativo -, a professora Terezinha Silva afirmou que o predomínio de fontes policiais na cobertura jornalística de  feminicídios é um obstáculo para ampliar o debate sobre …

Leia mais

Dissertação de pesquisadora do Transverso será publicada em livro

A dissertação de Mestrado da doutoranda Thais Araujo, integrante do Transverso, será publicada em livro pelo Selo Comunicação e Sociedade, ligado ao Programa de Pós-graduação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O trabalho foi orientado pela professora Terezinha …

Leia mais

Coordenadora do Transverso apresenta trabalho em Congresso na Espanha

Como é tratado o problema público da violência de gênero em matérias jornalísticas sobre feminicídios e como as fontes de informação utilizadas pelos(as) jornalistas condicionam a abordagem deste problema? Esta é a questão que estimulou a professora Terezinha Silva, uma …

Leia mais

Organizações e instituições têm manuais de atuação para profissionais de diversas áreas

Atuar em situações que envolvem violência contra a mulher e feminicídios não é fácil. Jornalistas, promotores de justiça e profissionais de saúde podem encontrar dificuldades ao lidar com esse problema público. Diante disso, Instituições investem na produção de manuais que …

Leia mais

Pesquisa do grupo Transverso é destaque na Agência Brasil

O site da Agência Brasil publicou nesta sexta, 05 de maio, uma matéria sobre a pesquisa “Os feminicídios em Santa Catarina e a cobertura jornalística: mapeamento de um problema público”, desenvolvida desde 2021 pelo grupo Transverso – Estudos em Jornalismo, …

Leia mais

A estratificação do sexo na cobertura de feminicídios em Santa Catarina: reflexões conceituais e metodológicas a partir do pensamento de Gayle Rubin

Autoria: Fernanda Nascimento, Jéssica Gustafson, Isabel Colucci. O presente artigo parte do pressuposto de Gayle Rubin ([1984] 2017) de que o sexo não é uma força natural, mas sim moldado pela vida social e, desta forma, passível de uma hierarquização …

Leia mais

Por uma perspectiva de gênero no jornalismo: construção de categorias analíticas e uma análise de conteúdo da Revista AzMina

Esta pesquisa apresenta como objeto de estudo a construção da perspectiva de gênero no jornalismo e a análise de conteúdo da Revista AzMina. Os objetivos são analisar os elementos que constituem uma perspectiva de gênero no jornalismo e perceber como a Revista AzMina mobiliza tais elementos nas reportagens produzidas.

Representações sociais das pessoas com deficiência em notícias do portal G1

O objetivo desta pesquisa é identificar e analisar as representações construídas pelo jornalismo sobre as pessoas com deficiência. Busca-se compreender se e como os textos jornalísticos incorporam os novos entendimentos sobre a deficiência, potencializando a construção de representações sociais que evidenciam o lugar-cidadão dessas pessoas na sociedade e o tipo de ações e políticas públicas que elas demandam.